Blog do Boa - Opinião e informação de Juazeiro, Crato, Barbalha, Cariri e Ceará!
Seguro Saúde x Plano de Saúde: quais as diferenças e principais benefícios
De acordo com pesquisa, 81% dos brasileiros apontaram que houve um aumento no medo de não ter acesso a tratamentos médicos e à saúde durante a crise da Covid-19
date_range18/02/2022 às 11:00

Foto: Ilustrativa

Cuidar da saúde e ter assistência médica assegurada no momento da precisão é uma grande preocupação da população que foi intensificada com a chegada da pandemia. De acordo com um levantamento encomendado pela Associação Nacional das Administradoras de Benefício (Anab) ao instituto Bateiah Estratégia e Reputação - a Pesquisa Anab de Planos de Saúde, 81% dos brasileiros apontaram que houve um aumento no receio do acesso a tratamentos médicos e à saúde durante a crise da Covid-19, principalmente entre aqueles com possuem um menor poder aquisitivo.

Com essa preocupação, ainda de acordo com a pesquisa, possuir uma assistência médica particular tornou-se a terceira maior conquista do brasileiro em 2021. No entanto, para os que buscam essa realização, existem duas opções, o plano de saúde e o seguro de saúde. É importante conhecê-las para saber qual delas é mais compatível com a necessidade de quem busca a adesão de um serviço à saúde particular.

Plano de saúde x Seguro Saúde

Na prática, o plano de saúde e o seguro saúde possuem o mesmo objetivo: oferecer assistência médica e hospitalar, com direito a exames e internações, na rede privada de saúde. Contudo, o funcionamento dos serviços se diferem.

No plano de saúde, a assistência médica é realizada por profissionais e estabelecimentos conveniados junto a operadora que oferta o serviço. Dessa forma, ao necessitar, o beneficiário pode escolher ser atendido apenas pelos médicos com credenciamento no plano. Caso queira se consultar com outro médico, que não esteja credenciado, é necessário pagar os valores da consulta do próprio bolso.

Já no seguro saúde, o paciente não precisa ficar preso apenas aos profissionais credenciados a operadora do serviço. No caso de querer se consultar com um médico que não faz parte do convênio, o cliente pode realizar o pagamento do serviço e depois solicitar o reembolso, que pode ser parcial ou total dependendo do acordo firmado no momento da contratação.

"O seguro saúde oferece mais flexibilidade ao beneficiário, já que ele vai ter total liberdade para escolher com quem ele quer se consultar, sem precisar seguir uma lista de profissionais já credenciados. Além disso, para quem quer economizar, existem os profissionais e serviços já conveniados, com os todos os custos já cobertos pelo seguro, sem que seja necessário desembolsar qualquer valor além do firmado no contrato", frisa Luan Rocha, especialista em seguros e sócio-diretor da Master Future.

Uma outra diferença entre as duas modalidades de assistência médica particular, é que os seguros de saúde não podem ser administrados por hospitais ou clínicas médicas, evitando que algum profissional ou serviço seja beneficiado.

É importante destacar que tanto o plano de saúde como o seguro saúde são regulamentados pela Agência Nacional de Saúde (ANS), órgão responsável por fiscalizar a prestação de serviços, podendo ser acionado pelos beneficiários, operadoras e seguradoras em caso de necessidade. Ao conhecer as vantagens de cada um dos serviços, cabe ao beneficiário a escolha de qual deles é mais viável para atender a realidade individual e familiar em relação ao acesso à saúde.





Sobre
João Boaventura Neto, um jornalista que deixa um importante legado para a comunicação cearense. Passando por diversos veículos de comunicação da região, o Boaventura sempre responsável e atento as informações, tinha consciência do amor pelo jornalismo e a produção no Blog do Boa. Será eterno em nossos corações. Saudades!